Delícias artesanais aguçam os prazeres da memória afetiva

Originalidade nem sempre é fazer algo inédito, muitas vezes é saber dar uma nova roupagem aos clássicos, um ajuste contemporâneo ao tradicional. Atributo indispensável em uma boa confeitaria que preza por edificar seu nome nas linhas criativas que carregam conceito enredado ao sabor.

Macaé (RJ) é a cidade da Doce Mirella, empreendimento que entende de levar sofisticação e inovação ao paladar. Nayara Kelly da Silva Viturino faz de seu ofício uma gama de inventividade aos consagrados doces, agrega em forma de sutilezas ao inovar utilizando ingredientes nobres.

“A Doce Mirella trabalha de forma totalmente artesanal. Nosso diferencial é o sabor e a qualidade dos nossos produtos. Sempre acompanhando as novidades do mercado”, informou.

Peças delicadas e saborosas idealizadas para causar leveza ao paladar, mesmo os doces com vasta popularidade recebem um tracejar próprio no diferencial.

“Trabalhamos com doces de festa, sempre mantendo o gostinho caseiro, todos os produtos são feitos por mim. Vamos do tradicional ao goumert, com bolos temáticos e tudo que é produzido com muita dedicação e cautela para deixar uma boa lembrança ao degustar nossas delícias”, destacou.

Fazer o que gosta é um excelente caminho na trajetória do fazer bem feito. Amor e dedicação estão presentes nas composições elaboradas sem pressa, seguindo o harmonioso processo artesanal com foco no sublime resultado junto aos quitutes que transportam sabor, qualidade e irresistível visual.

Contatos:

WhatsApp: (22) 98843-9284 – Instagram: @docemirella  – Facebook: /docemirella

Fonte: Deborah Veneziano – Página Mineira / Publieditorial

Deixe seu Comentário