Contribuições orientais na arte e design com técnicas milenares

Técnica japonesa para criar sonhos

Em São Paulo, a técnica japonesa – amigurumi – transforma sonho em arte  pelas mãos de Ariane Oliveira. Lindos bonequinhos de vários estilos são elaborados de forma 100% artesanal e levam o nome da grife Feito com Amor Atelier. O processo na elaboração de cada peça demanda muita paciência e talento, o resultado são peças únicas. Cada personagem colecionável é um mimo. Além de ser um presente personalizado é uma fofa opção decorativa. Instagram: @feitocomamor.atelier

Dá vontade de abraçar!

A técnica oriental amigurumi consiste em criar pequenos bonecos feitos de crochê ou tricô, os delicados personagens “ganham vida” em formas geométricas, geralmente enfatizando olhos e cabeça, um visual cheio de identidade própria obtida por meio da metodologia que poucos dominam. Ariane é muito habilidosa na criação, além do talento, seu diferencial está na criatividade, qualidades imprescindíveis para arte, ainda mais utilizando uma técnica tão milenar. São lindos! Só de olhar para carinha deles dá para sentir o amor e o capricho artesanal que tudo é feito. Que tal um para chamar de seu? WhatsApp: (11) 95456-0189 / E-mail: feitocomamoratelier@hotmail.com –

Mundo em miniatura

Sabe o que é um diorama? O artista Tatsuya Tanaka rotineiramente faz um diorama em miniatura. Ele usa itens do dia a dia, fora de contexto, e de maneira inusitada monta cenários que faz o expectador pensar que está vendo uma cena bem maior do que realmente é. Em seu site e Instagram: @tanaka_tatsuya/  publica diariamente uma foto onde imagina um mundo em miniatura. Escova de sapato se transforma em o que parece ser uma plantação de trigo, celular vira piscina, e por ai vai… O que mais surpreende é que a cada dia ele faz e publica uma foto diferente, desde 2011! Não é à toa que a arte dele é chamada de Miniature Calendar. Você não pode ficar de fora dessa, acompanhe também esse incrível calendário. É apaixonante e divertido.

Inspiração oriental na pele

A tatuagem ganha cada vez mais espaço, deixando de ser motivo de preconceito para ser alvo de desejo. Vários estilos e em diversos lugares do corpo viraram tendência. O tatuador francês Maxine Gautron aposta em tatuagens inspiradas em obras de arte japonesas tipo ukiyo-e (em tradução literal, retratos do mundo flutuante) e na cultura pop. Brindi, como é conhecido, faz desenhos bem detalhados tratando da questão de textura e sombreado, e claro, o efeito das cores que as deixam bem surreais e divertidas. Quer se inspirar com as tattoos desse artista exêntrico? Segue lá o Insta @brinditattoo e confira que maravilha!

Fonte: Deborah Veneziano – Página Mineira

Deixe seu Comentário